Pichau Arena
Uma Batalha de Informações

Após série disputada, RED Canids perde para PEACE e dá adeus ao Worlds

0

Após perder o último jogo da fase regular contra a PEACE, da Oceania, a RED Canids continuou sua trajetória no Mundial de League of Legends com uma série melhor de cinco contra a mesma equipe.

Com alguns jogos bons, surpresas de match-ups e iniciações, os brasileiros conseguiram manter uma boa série – que poderia ser um reverse sweep.

Mas, no último jogo da série, os rivais conseguiram aplicar uma boa composição de early game e acabaram vencendo a melhor de cinco.

Veja, abaixo, como foi a partida:

Jogo 1

PEACE

  • Yao Jian-Jing “Api”: Rumble
  • Leo “Babip”: Jarvan IV
  • James “Tally”: Sylas
  • Vincent “Violet”: Lucian
  • Ryan “Aladoric”: Nami

RED Canids 

  • Guilherme “Guigo”: Kennen
  • Gabriel “Aegis”: Lee Sin
  • Daniel “Grevthar”: Kled
  • Alexandre “TitaN”: Ezreal
  • Gabriel “Jojo”: Leona

No jogo de estreia da série, a RED Canids começou iniciando algumas trocas nas rotas inferior e superior que, apesar de bastante equilibradas, garantiram uma certa vantagem no começo do jogo – especialmente para o Ezreal de TitaN, que conseguiu o primeiro abate do jogo.

Com bastante possibilidade de scale durante o jogo, especialmente na rota inferior, a RED Canids conseguiu a vitória com um jogo bastante controlado e movimentação para o atirador da equipe, que terminou o jogo com 15 abates enquanto flanqueava o time inimigo.

Com bom uso especialmente dos campeões Lee Sin e Ezreal, a RED começou bem a série classificatória para a segunda MD5.

Jogo 2

PEACE

  • Tamás “Vizicsacsi”: Jarvan IV
  • Leo “Babip”: Nidalee
  • James “Tally”: Sylas
  • Vincent “Violet”: Lucian
  • Ryan “Aladoric”: Leona

RED Canids 

  • Guilherme “Guigo”: Kennen
  • Gabriel “Aegis”: Lee Sin
  • Daniel “Grevthar”: Kled
  • Alexandre “TitaN”: Ezreal
  • Gabriel “Jojo”: Rakan

No segundo jogo, a PEACE optou por permitir que os brasileiros garantissem a mesma composição – tirando apenas a Leona das mãos de Jojo. Com uma ótima leitura do jogo inimigo e revisão de seus erros, a PEACE conseguiu contornar o estilo de jogo inimigo.

Focando em melhores iniciações e controle de visão, os atletas da Oceania passaram por cima da RED Canids, que estava com seu estilo confortável, e venceu a partida, empatando a série.

Jogo 3

PEACE

  • Tamás “Vizicsacsi”: Poppy
  • Leo “Babip”: Lillia
  • James “Tally”: Aatrox
  • Vincent “Violet”: Aphelios
  • Ryan “Aladoric”: Leona

RED Canids 

  • Guilherme “Guigo”: Yone
  • Gabriel “Aegis”: Lee Sin
  • Daniel “Grevthar”: Sylas
  • Alexandre “TitaN”: Xayah
  • Gabriel “Jojo”: Rakan

No terceiro jogo da série, a RED Canids se viu forçada a testar uma composição mais arriscada e tentar escapar da visão de jogo da PEACE. Ainda no draft, porém, a equipe da Oceania teve vantagem nas escolhas e conseguiu assegurar campeões mais fortes, como Poppy e Aatrox, que foram essenciais para a fase de rotas.

Mesmo com algumas tentativas positivas de iniciação e lutas, especialmente com o auxílio do caçador Aegis, que jogava de Lee Sin pela terceira vez na série, os brasileiros não conseguiram parar o avanço dos rivais e acabaram perdendo o terceiro jogo.

Com a vitória, a Oceania virou a série para 2×1 e alivia sua situação, estando a apenas um jogo da vitória.

Jogo 4

PEACE

  • Tamás “Vizicsacsi”: Jayce
  • Leo “Babip”: Lillia
  • James “Tally”: Yone
  • Vincent “Violet”: Lucian
  • Ryan “Aladoric”: Braum

RED Canids 

  • Guilherme “Guigo”: Wukong
  • Gabriel “Aegis”: Lee Sin
  • Adriano “Avenger”: Zoe
  • Alexandre “TitaN”: Aphelios
  • Gabriel “Jojo”: Leona

No quarto jogo, que poderia ser decisivo para a vitória da PEACE, a RED Canids optou por trocar Grevthar pelo atleta Avenger, substituindo a rota do meio. Iniciando pelo lado vermelho, os brasileiros tiveram a vantagem de escolher por último o campeão de Guigo, podendo esconder o jogo do toplaner – que estava sendo focado, até então -, até o último segundo dos drafts.

Desde o começo, a torcida viu uma RED diferente dos últimos dois jogos – o que se deu muito em prol da confiança de jogabilidade da Zoe, pela rota do meio, que estava contra um Yone. O jogo se encaminhou rapidamente e, aos 19 minutos de jogo, os brasileiros já haviam derrubado as primeiras torres da base inimiga com o auxílio do Barão.

A RED conseguiu a vitória e empatou a série, adiando a decisão para o quinto jogo.

Jogo 5

PEACE

  • Tamás “Vizicsacsi”: Renekton
  • Leo “Babip”: Nidalee
  • James “Tally”: Sylas
  • Vincent “Violet”: Miss Fortune
  • Ryan “Aladoric”: Braum

RED Canids 

  • Guilherme “Guigo”: Camille
  • Gabriel “Aegis”: Lee Sin
  • Adriano “Avenger”: Akali
  • Alexandre “TitaN”: Ezreal
  • Gabriel “Jojo”: Leona

No último jogo, apesar da confiança adquirida, a RED Canids acabou perdendo a vantagem de rotas contra os rivais, além de um invade mal sucedido no nível 1. O jogo, que acabou se perdendo rapidamente, consistiu em fortes avanços dos rivais, que mantiveram o mesmo ritmo agressivo para cima dos brasileiros.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x