Pichau Arena
Uma Batalha de Informações

O que é BITCOIN? Entenda mais sobre o assunto

Compreenda mais sobre a moeda de 300 mil reais

0

Sem dúvidas, o interesse pelas criptomoedas tem crescido cada vez mais, e o termo tem se expandido para novas pessoas, que nem sempre o compreendem. Por isso, explicaremos de maneira simples e resumida o contexto geral das tão faladas moedas virtuais. Afinal, o que é BITCOIN? BITCOIN é a mesma coisa de criptomoeda? Confira abaixo as respostas para essas e outras perguntas. Assista também ao conteúdo em formato de vídeo.

De início, ressaltamos que não somos especialistas em mercado financeiro e nem em criptomoedas, apenas entusiastas da tecnologia .

O que é o BITCOIN?

De maneira geral, o BITCOIN é uma moeda. Todavia, trata-se de uma contra moeda ao formato padrão com o qual estamos habituados, como por exemplo o Real ou o Dólar, visto que estas trabalham com o padrão inflacionário. Isso significa que elas sofrem com ações do governo e entidades, que possibilitam uma inflação, pois sabemos que práticas tais como a impressão de mais dinheiro podem fazer com que ele perca valor.

BITCOIN
Flutuação do valor de Bitcoin, uma criptomoeda, no período de um ano – Imagem: Reprodução

Enquanto isso, o BITCOIN é deflacionário, uma vez que possui uma quantidade limitada que será gerada: 21 milhões. Por conta disso, não se pode liberar toda essa quantia de uma vez, é necessário que se dê valor a esse dinheiro, e é aí que entra a tão falada mineração. O BITCOIN trabalha em um sistema chamado Blockchain, que, basicamente, é um programa que controla as transações, onde ocorre a mineração da criptomoeda.

Como ocorre a mineração?

Em todas as transferências que envolvem BITCOINS, sejam elas de venda ou compra, a Blockchain registra as informações necessárias. É uma espécie de livro de registros, onde são armazenados dados da origem da moeda de maneira anônima e criptografada. Além disso, todas essas informações são replicadas para os computadores ligados na rede, mantendo assim a segurança. De maneira resumida, tem-se acesso ao fato de que a transação existiu, mas não sabe-se, por exemplo,  quem realizou ou para quem foi enviada.

Na Blockchain, é necessário que as transações sejam validadas. Suponhamos que 1 BITCOIN seja depositado, então, esse dado será salvo e replicado em todos os computadores da rede. Assim que isso ocorre, o bloco da transação é fechado e 100%validado. O processo de validação é feito por todos os computadores da rede e, por isso, eles são recompensados com uma pequena fração da criptomoeda por exercerem seu papel de validadores e contribuírem para a segurança. Isso é a mineração.

É por isso também, que uma RX 580 é menos eficiente para mineração que uma RTX 3080, por exemplo. A segunda das citadas possui mais poder computacional e resolverá os blocos de transação de maneira mais rápida. Os desafios que a máquina precisa resolver são semelhantes a um Sudoku em grande escala, o que é extremamente complexo de se resolver para o computador.

O que ocorrerá quando se atingir o limite de 21 milhões?

É natural que ocorra a dúvida do que acontecerá quando todos os 21 milhões forem minerados, mas, não há motivo para preocupar com isso por agora, pois a previsão é que isso ocorra somente no ano de 2140. A partir daí, não haverá mais a geração de novos BITCOINS na rede e, consequentemente, não haverá a mineração. Todavia, a Blockchain ainda precisará que os computadores estejam na rede e, para isso, os recompensará com o pagamento de taxas sobre as transações.

Para uma melhor visualização do conteúdo, assista ao vídeo inserido no início da matéria.
Gostou do tema? Comente o que achou e nos dê indicações do que mais querem ver por aqui.

Além disso, confira também: Mercado De PCs Terminou 2020 Em Alta No Brasil, Afirma IDC

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x