Pichau Arena
Uma Batalha de Informações

Riot Games pune Vivo Keyd e vitória no VALORANT Champions é anulada

Equipe brasileira fez uso de uma câmera do agente Cypher considerada ilegal pela desenvolvedora

0

Atualização: A Riot Games optou por reavaliar a situação da Vivo Keyd . Na tarde deste domingo (05/12), a desenvolvedora decidiu refazer o terceiro mapa entre as equipes. A Acend, que teve uma vantagem de 0-7  no início do jogo, acabou  ganhando a série por 2 a 1. 

Em sua estreia no VALORANT Champions  (VTC), torneio mundial do jogo de tiro da Riot Games, a equipe brasileira Vivo Keyd  (VK) conquistou uma vitória contra o time europeu Acend, por 2×1. Porém, a desenvolvedora do game reconsiderou a conquista na madrugada deste sábado (04).

Cerca de doze horas após o resultado, a empresa declarou que encontrou um uso de uma ação considerada um exploit, uma ação considerada fora dos padrões competitivos do jogo. A ação em questão foi o posicionamento da câmera do agente Cypher, manuseado pelo atleta Jonathan “JhoW” Glória durante disputa do mapa decisivo.

Veja, abaixo, como a câmera estava posicionada:

1_Cypher_Camera.jpg
Imagem fornecida pela Riot Games

De acordo com a desenvolvedora, “O exploit específico da câmera do Cypher fornece uma visão unilateral não intencional da entrada do Site A da Breeze, que fornece informações críticas e que têm um impacto severo no resultado da rodada, mesmo quando a câmera do Cypher não vê os jogadores do time adversário”.

Com base nesta interpretação, a corporação optou por anular a vitória dos brasileiros e direcionar os pontos de todos os rounds nos quais a equipe fez uso da câmera para o time rival.

Dessa forma, foram retirados seis pontos do time de JhoW. O placar, que ficou em 12 x 9, foi reajustado para 13 x 9 por questões econômicas. Com a vitória da Acend, a VK caiu para a chave lower e teve seu confronto adiado.

Mobilização virtual

Durante a madrugada, após o anúncio de que a vitória seria anulada, membros da comunidade e influenciadores se organizaram para subir uma hashtag que pedia justiça para a Vivo Keyd no Twitter .

Os que estavam pedindo reavaliação da  punição alegaram que o tratamento para com a equipe estava sendo injusto. Visto que o protocolo da empresa, ao encontrar utilização de bugs do jogo em partidas competitivas, costuma ser pedir um pause técnico ou até fazer com que a equipe que utilizou o exploit comece a próxima série com uma derrota.

O início da mobilização foi feito pelas jogadoras profissionais Taynah “Tayhuhu” Yukimi e Beatriz “bia” Terra. Em cerca de três horas, a hashtag estava nos assuntos mais comentados pelo mundo na rede social, seguida pelo apoio de jogadores internacionais. Confira as reações nos tuites abaixo:

Além da mobilização da comunidade do jogo, personalidades como Felipe “Yoda”, Noronha, Alexandre “Gaules” Borba e Casimiro Miguel também se posicionaram a favor dos brasileiros; aumentando ainda mais o engajamento.

Em oposição ao comunicado feito pela empresa, Murillo “murizzz” Tuchtenhagen, jogador da equipe, acrescentou a informação de que a regra não estava presente no livro de regras apresentado aos jogadores antes da partida.

Como a corporação opta por não deixar pública sua lista de regras dentro de competições, a situação está encaminhada para reavaliação interna com base nas políticas da Riot Games.

Reavaliação de punição

Após o assunto ter ficado em alta por toda a madrugada, a Riot Games soltou um comunicado, nesta manhã, declarando que a punição sofrida pela equipe brasileira seria reavaliada. Eles alertaram que, dado o tempo necessário para revisar a regra, as partidas de hoje  (04) iriam ser adiadas em uma hora.

Até o momento da publicação desta matéria (11:59), a empresa não publicou um parecer sobre a atualização da punição para a equipe brasileira.

Leia mais:

Fim da era Xisde: organização de esports muda de nome

Valorant: Jogador da Team Envy testa positivo para Covid-19

LoL: Yampi é o novo jungler da INTZ

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x