Pichau Arena
Uma Batalha de Informações

Rensga supera paiN Gaming e avança para a final do CBLOL

0

Neste sábado, 21, iniciaram os duelos em busca da vaga na grande final do segundo split do Campeonato Brasileiro de League of Legends.

A série do dia, que foi entre paiN Gaming e Rensga Esports, apresentou surpresas pelo lado de ambas as equipes.

Tendo vencido o primeiro split deste ano, a equipe de Felipe “brTT” vinha como uma das favoritas para avançar até o título – especialmente graças ao desempenho individual de seus jogadores.  Já os goianos, que vivem o seu primeiro ano na liga principal do jogo, mostraram uma campanha crescente.

No primeiro jogo, a paiN gaming apostou em uma composição um pouco diferente. Da rota inferior para a superior, os atletas escolheram Trundle, Ezreal, Lee Sin, Syndra e Renekton, focando no jogo em conjunto – e não deixaram os goianos jogarem, vencendo por muito a partida inicial.

No segundo jogo, apostando na escala do caçador Park “Croc”, a Rensga priorizou o jogo com a campeã Nidalee que, em poucos minutos, já havia acumulado quatro abates. O jogo se encaminhou com facilidade para os novatos, que venceram a partida e empataram a série.

Revidando o 1-1, a paiN Gaming apostou novamente na primeira composição da série – trocando apenas Lee Sin por Olaf -, e superou os goianos, garantindo um jogo de distância.

Mesmo com a desvantagem, a Rensga não desanimou e impôs uma força nova para a sua composição, escolhendo o campeão Lucian para o midlaner Cha “Yuri”. O atirador, que está no meta com o uso da runa Aery, ditou o ritmo do jogo e facilitou a vitória para os goianos, empatando novamente a série em 2-2.

Empurrando a decisão para o último jogo, ambos os times decidiram continuar focando em seus pontos fortes. Enquanto a paiN manteve o Renekton de Leonardo “Robo”, a Rensga escalou Lucian para o jogador Yuri novamente.

O resto das composições, porém, mudou. Para a paiN Gaming, as escolhas foram: Renekton, Viktor, Kai’sa, Nautilus e Trundle. Os goianos, por sua vez, escolheram Gwen, Volibear, Lucian, Varus e Thresh.

A última partida, uma das mais disputadas da série, durou 31 minutos e 55 segundos. Com diversas trocas de vantagem durante o jogo – com destaque para a atuação de Robo que, com seu Renekton, conseguiu segurar o jogo até a metade para seu time -, a paiN teve tempo o suficiente para escalar com sua composição.

Mesmo com tempo e algumas vantagens de luta, a Rensga não entregou o espaço de mapa, o que os favoreceu pelo resto do jogo para garantir os objetivos com mais facilidade e fechar o jogo.

Com isso, a Rensga venceu a série por 3×2 e é a primeira a se classificar para a Grande Final. Seu rival será descoberto amanhã, 22, após a série entre Vorax Esports e RED Canids.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x