Pichau Arena
Uma Batalha de Informações

FF: LBR se responsabiliza por programas ilegais; bak é inocentado

Campeonato se pronunciou sobre furo jornalístico

0

Na madrugada desta sexta-feira (08), a Liga LBR de Free Fire (FF) Emulador se pronunciou oficialmente sobre o caso de computadores com programas ilegais na final do torneio de acordo com furo jornalístico. A empresa se responsabilizou pelas máquinas e inocentou todos os participantes do campeonato.

Em apuração jornalística de Gustavo Koga na última quinta-feira (07), o PC de Gabriel “bak” Lessa foi um dos quatro que tiveram problemas na vistoria do campeonato por conta de possuir um programa ilegal instalado.

No caso, a informação de que máquinas contavam com artifícios ilegais, tais como o software Mouse Fix – que melhora a precisão do mouse -, confere. Porém, a LBR informou que “diversas máquinas” tiveram aplicativos instalados, sendo de equipes diferentes. Vale lembrar, que a NOISE, time da LOUD na modalidade, também participou do torneio.

Outro ponto levantado foi que tais programas “não são caracterizados como game hack ou cheats“. Mesmo assim, a empresa não recomenda utilização em cenário competitivo.

Além disso, afirmou que os PCs foram alugados especialmente para o evento e assumiu a responsabilidade das configurações prévias para realizar o campeonato.

Desta forma, a LBR inocentou bak e outros jogadores profissionais da modalidade, tomando crédito do problema nas máquinas devido a falhas de estrutura do evento. Confira o comunicado:

 

Leia mais:

FF: PC de bak é pego com programa ilegal em Liga LBR; entenda

FF: paiN Gaming processa Bak por quebra contratual

FF: BAK considera disputar La Copa mas afirma que o valor da vaga da B4 não compensa

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x