Pichau Arena
Uma Batalha de Informações

CS:GO: quais maiores jogadores da 15ª edição da ESL Pro League de 2022?

Brasileiro KSCERATO integra lista de pro players

0

A ESL Pro League teve sua 15ª edição em 2022 entre os 9 de março e 10 de abril com 24 equipes disputando pelo título e a FaZe Clan garantiu prêmio final de US$ 175 mil.

Com evento presencial na Alemanha e premiação total em US$ 823 mil, foram divididos quatro grupos de equipes que analisamos e escolhemos os principais jogadores do torneio. Confira:

 

s1mple (Natus Vincere)

Imagem: Reprodução/BLAST

Um dos nomes mais citados na modalidade nos últimos anos, Aleksandr “S1mple” Kostyliev não teria como estar fora da nossa lista da Pro League de 2022.

Recordista de MPV e clutch, rei dos highlights e um dos 5 maiores jogadores de CS:GO de 2021, o ucraniano é uma das lendas que o CS e o CS:GO nunca irão esquecer.

s1mple não é um grande nome do cenário só pelas conquistas na Na’Vi (Natus Vincere) ou os sucessos alcançados individualmente, mas também pela figura que construiu ao longo da carreira.

O jogador, que já teve contrato de 1 milhão assinado, tem 24 anos e começou sua carreira em 2014, passando por equipes como HellRaisers (2014 a 2015), FlipSid3 (2015) e Team Liquid (2016) antes de representar a Na’Vi, a partir de  agosto de 2016.

Imagem: Reprodução/BLAST

Ao total, venceu 10 campeonatos de LAN e garantiu um Major – torneio mais importante da modalidade -, sendo que foi vice-campeão duas vezes, tanto na Liquid, quanto na Na’Vi.

Vale lembrar que em 2022 também não deixou de apoiar seu país, se posicionando em torneios e nas redes sociais.

É certo que s1mple chegou a considerar aposentadoria no passado e novamente no último mês, mas, de qualquer forma, não poderia ser ignorado neste torneio e na história do game da Valve.

 

Twistzz (FaZe Clan)

Imagem: Reprodução/HLTV

O canadense de 22 anos Russel “Twistzz” Van Dulken é mais um nome a ser considerado ao acompanhar a 15ª edição da Pro League deste ano.

Antes de tudo, é importante lembrar que o jogador profissional já integrou a lista oficial da HLTV (maior site especializado em CS:GO do mundo) três vezes: no 12º lugar em 2018, na 9ª posição em 2019 e em 2021 foi listado como o 17º melhor jogador da modalidade a nível global.

Jogando profissionalmente desde 2016, conquistou 10 campeonatos de LAN. Apesar de ter competido em apenas cinco Majors, o jogador se destacou e em 2018 chegou a ficar no top 5 do torneio, sendo um nome forte dentro da modalidade – mesmo assim, ainda não tem Majors em sua carreira.

Imagem: Reprodução/HLTV

Passou poucos meses na AGG em 2016, chegou a representar a TSM (2016 a 2017), ficou 2017 na Misfits e entrou para a Liquid, permanecendo até o fim de 2020 e sendo reconhecido.

Na FaZe Clan desde 2021, o pro player conquistou a IEM Katowice em 2022. Van Dulken também conquistou dois MPV em campeonatos, sendo o primeiro em 2018 na ESL One que aconteceu em terras americanas, em Nova Iorque. Já o segundo – e último – ocorreu em 2018, durante a famigerada IEMIntel Extreme Masters (2019) em Sydney, na Austrália

 

Zywoo (Vitality Gaming)

Imagem: Reprodução/StarLadder

O francês Mathieu “Zywoo” Herbaut é outro nome importante para se considerar nesta ESL e vamos te explicar o motivo.

Com apenas 22 anos, o jogador profissional conta com seis troféus em LAN, de torneios como IEM, ECS e EPICENTER. Ainda possui uma extensa lista de MPV, que, somadas, resultam em 12 medalhas de jogador mais valioso do torneio.

As medalhas mais recentes do francês foram conquistadas em 2020 na BLAST, DreamHack, IEM e Summit.

Mesmo sem ter conquistado um Major ainda, Zywoo foi considerado um dos 20 melhores jogadores da modalidade em todo o mundo – em 2019, chegou a ocupar o primeiro lugar da lista. Depois disso, conquistou novamente o primeiro lugar em 2020 e, um ano depois, garantiu a 2ª posição.

Imagem: Reprodução/HLTV

Mathieu iniciou sua carreira profissional no início de 2017 ao jogar pela WySix, equipe que defendeu até agosto do mesmo ano. Ainda em 2017, entrou para a aAa, time o qual vestiu a camisa até setembro de 2018.

Foi na Vitality Gaming que começou a ser realmente reconhecido pelo player habilidoso que é, logo em outubro de 2018, pouco tempo antes de brilhar nos rankings da HLTV por dois anos seguidos.

O pro player ainda está na Vitality e seu último campeonato vencido foi em 2021 na IEM Winter, que aconteceu na Suécia entre 2 e 12 de dezembro. Em uma final soberana de 3 a 0 em cima da NIP (Ninjas in Pyjamas), o campeonato rendeu US $520 mil à sua equipe.

 

KSCERATO (FURIA)

Imagem: Reprodução/PGL

O brasileiro Kaike “KSCERATO” Cerato é um dos principais talentos da equipe da FURIA, que representa desde o início da sua carreira profissional dentro do cenário de CS:GO.

Foi em fevereiro de 2018 que Kaique representou o time e, um ano depois, começou a receber olhares dos especialistas da modalidade e da própria torcida brasileira.

Por mais que ainda não tenha títulos internacionais, o brasileiro ficou no top 5 da DreamHack Masters de Dallas em 2019 e também na StarSeries i-League da season 8.

Imagem: Reprodução/ECS

Na Season 7 da ECS, o profissional e sua equipe conquistaram o vice-campeonato ao perder para a Vitality Gaming – ou seja, os brasileiros perderam para um time de respeito dentro do cenário e não para jogadores em início de carreira em um 2 a 0.

Além disso, nomes de peso vestiam a camisa da MIBR, por exemplo, como o pro player brasileiro Gabriel “FalleN” Toledo.

 

 

Leia mais:

FalleN e mais: 3 personalidades corajosas nos eSports

CS:GO: Por que Fallen é tão importante para o cenário brasileiro?

 

CS:GO: FalleN elege dream team; confira

 

 

Matéria escrita por Siouxsie Rigueiras e publicada originalmente na Betway.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x